sexta-feira, 11 de junho de 2021

Os campos verdes. Sempre.

 

Hoje, ao visitar alguns blogues amigos, vi esta versão de 'Verdes são os campos', de Luís de Camões, cantada por Uxia (cantora galega), no Bem-vindo ao Paraíso de Isaura Afonseca.

Como gostei, também a partilho. Oxalá gostem.



E também partilho umas flores que o meu telemóvel colheu há dias no meu jardim.

 



Um dia com flores bonitas para todos, estejam elas em campos, parques, jardins, canteiros, vasinhos, na memória, etc etc etc

 

 

8 comentários:

  1. Bom dia
    Linda versão sem duvida .
    O nosso património artístico é do melhor do mundo .
    Gosto de todas as flores , mas esse jarro trouxe-me algo á memoria inesquecível .
    Obrigado

    JR

    ResponderEliminar
  2. Que bom, Joaquim.
    Um dia destes, reparei que tinham florido vários. Ficam na terra de uns anos para os outros, sem dar trabalho e, no momento certo, lá aparecem bonitos e discretos.
    Um bom dia.

    ResponderEliminar
  3. Muito obrigada pelas belíssimas ofertas! A natureza em todo o seu esplendor…
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Obrigada, Justine. Sim, a natureza é mesmo bela e fértil. Oxalá assim continue.
    Bom fim de semana também.

    ResponderEliminar
  5. Que versão tão bonita a de Uxia. Nunca a tinha ouvido, obrigada Maria. E as suas flores são lindas. E que não fossem suas, continuariam a ser flores e bonitas e necessárias. Atenuam a aridez que a vida teima em nos apresentar.
    Boa noite e curta o início de fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  6. Eu também não conhecia. Ainda bem que a vi no blogue Bem-vindo ao Paraíso.
    Sim, sem algumas flores, as coisas ficam mais complicadas.
    Obrigada pelos desejos, mas tem havido trovoada, o que não me agrada nada. Isto vem de miúda. Já muitas tempestades passaram, mas isto é que não passa!!!
    Feliz sábado, Bea.

    ResponderEliminar
  7. :)) as trovoadas são passageiras e duram pouco tempo. Desde que não façam estragos...as da vida são mais perigosas, mas temos de as aguentar na mesma.
    Bom dia, Maria.

    ResponderEliminar
  8. É verdade, Bea. Quando estiver a trovejar, tenho de me lembrar disso.

    ResponderEliminar